Plotter HP – Service Station – Como Conservar e Fazê-la Durar ? Parte I

A service station  ou  Estação de Serviço  no  seu  plotter HP  como  já escrevemos e mostramos aqui, é uma das três partes importantes para a qualidade de impressão no seu plotter HP . Junto com a qualidade da tinta que usa e as cabeças de impressão respondem pela entrega de uma impressão legível, pela fidelidade de cores e tons e da precisão de linhas !

Plotter HP –Service Station– Como Conservar e Fazê-la Durar ?

Parte cara do plotter HP a service station pode ter sua vida útil prolongada ou nunca trocada – apenas limpa e calibrada – Mas como melhorar e prolongar  o desempenho da service station ?

Primeiro e primordial é a qualidade da tinta. Se usa somente tinta original, esta foi desenvolvida em conjunto com as engrenagens, tubos, cabeças de impressão e a calibração foi toda feita neste conjunto. Se trocou a tinta do seu plotter HP melhor a fazer é aumentar o nível de atenção em relação a sua service station.

Sistema de tintas – ink tubes – plotters HP DJ 500 / 510 e 800

Nenhuma tinta para plotter HP é igual a original e assim não interage da mesma forma nas tubulações, cabeças de impressão e por fim nas calibrações e limpezas na service station. É notório em nossas manutenções em plotters HP que interior do plotter na câmara de impressão fica pulverizada de sujeira pela qualidade da tinta, cabeças de impressão duram menos e a service station fica lotada de tinta em um período curto – chega a escorrer pelo pedestal ….

Service Station plotter HP DJ T120 / T130 / T520 e T530

A service station foi desenvolvida como um conjunto para retirar ar do sistema de impressão, entupimento dos nozzels nas cabeças de impressão, retirada de sujeiras fixas nas cabeças de impressão, alinhamento das cabeças e para não deixar que tinta que fique retida no externo  das  cabeças  em períodos que o plotter fique desligado endureça a ponto de se perder a cabeça de impressão.  Depois de semanas, ao ligar o plotter HP,  tenha certeza  que a service station “vai trabalhar” e é também por esta ação que demora a chegar a seu estado de “pronto”. Veja na imagem abaixo como a qualidade da tinta interage com o funcionamento da estação de serviço :  a tinta “carbonizou na engrenagens, imobilizou o motor e a tinta de má qualidade  começou a suar internamente queimando os cabos !

Continua ..

Estamos Sem Trabalhos – O Que Fazer Com o Plotter ?

Estamos Sem Trabalhos - O Que Fazer Com o Plotter ?

Eleição terminada,  situações se resolvendo e direcionamentos a diversas situações sendo finalizadas.  Com  índices  de  confiança   aumentando, segurança  jurídica  e  outros  ‘alicerces’  para  o  investimento se firmando vem a necessidade  de  ‘ tirar o atraso’   e colocar as mesas de volta, computadores ligados e máquinas para trabalhar. Mas ainda estamos sem trabalhos – o que fazer com o plotter  ?

A imagem destacada é impactante.

O encaixe do cortador de papel está  livre sem o cortador  e indica que já foi perdido.

Teias  de  aranha  e sujeira na  área de descarte indicam que foi guardado sem qualquer  cuidado  em  local  inapropriado.

Como resultado a correia de tração do carro está ressecada  e precisará ser trocada.  A calha que corre o sistema de tintas está e esteve cheia de poeira e lixou a proteção dos tubos – mais uma troca.

Estamos Sem Trabalhos – O Que Fazer Com o Plotter ?

Ora pois, voltando trabalhos e identificado o relato acima, o que fazer ? Comprar um plotter novo ? Fazer a manutenção no plotter que já tem ?

Realidade é que o plotter da imagem precisa de uma manutenção, pronto. O maior concorrente da HP é o próprio equipamento – dura muito. Quando se trocam as peças volta a ser um equipamento novo. Porém há compatibilidade com sistemas operacionais e a questão da velocidade em função do tamanho  e complexidade atual dos arquivos.

Um plotter HP Designjet 510 como o da imagem já tem mais de oito anos. Os softwares e arquivos atuais permitem funções e aplicações não previstas no tempo do plotter e os arquivos tem uma complexidade que o processador do plotter leva mais tempo para fazer que um atual !

Resumo : ponderar se terão trabalhos que justifiquem o  investimento em um plotter novo.

Fazer a manutenção do plotter antigo : compensa ou não e por quanto tempo ainda será útil com os trabalhos e softwares em uso e futuros.

Mais importante : guardar equipamentos em local apropriado.  Manter o plotter neste momento com suprimentos originais para que se permitam manutenções internas programadas e se mantenha funcionando e conservando motores, engrenagens, sensores e cabeças de impressão !

 

Porque Comprar um PLOTTER HP Latex – Tintas e Outros

Grande parte dos  clientes usam quase como um padrão comparar o preço de tinta do PLOTTER para comunicação visual para a tomada de decisão de compra ou formação do preço da impressão.

Mas se deve considerar a eficiência da tinta, que é a quantidade de tinta que você precisa para imprimir uma imagem em determinado substrato.

PLOTTERs para comunicação visual usam cabeças de impressão para imprimir separadas por cor. As cabeças de impressão na tecnologia HP Latex podem ser substituídas pelo usuário e a grande vantagem é que a sua qualidade de imagem será sempre do mesmo nível de um PLOTTER novo. 

Algumas outras tecnologias usam cabeças de impressão com pulso mecânico e se desgastam. Se seu PLOTTER tiver um travamento de mídia e danificar várias cabeças de impressão – geralmente o principal motivo para substituições de cabeças de impressão – isto poderá custar milhares de reais, além de um atendimento de serviço que não é coberto em garantia.

Em uma comparação justa, deve-se levar em consideração a troca de pelo menos duas cabeças de impressão por ano em um PLOTTER com cabeças de pulso mecânico ( piezelétricas ) para manter a qualidade de impressão durante a vida útil do PLOTTER.

Tudo isto levando-se em conta que o uso do PLOTTER é diário. Caso o uso seja baixo o desperdício de tinta e limpezas em outras tecnologias de impressão ainda é maior.
       

Fonte : Adaptado do documento “HP Latex vs Eco-Solvent: 5 Things to Compare Before You Buy ” de Joan Perez Pericot, publicado AQUI

Como Escolher o Bulk Certo para Seu PLOTTER ?

Como escrevemos aqui no postal sobre “Vida Útil do PLOTTER“, há a data de lançamento, período legal de cobertura de garantia e tempo para o suporte de partes, peças e atendimento ao equipamento.

Mas, dentro do folclore do lucro fácil, mediante a tecnologia, muitos ainda pensam que investirão no PLOTTER de menor investimento concorrendo com equipamentos de produção e grande porte economizando na compra da tinta.

Como escolher o bulk de tinta correto para o PLOTTER ?


Fabricantes dividem o portfólio de equipamentos em soluções para casa ( autônomos, estudantes e artistas ) ou modelos de entrada, modelos de média produção para empresas, departamentos, modelos de produção ( para copiadoras, grandes empresas, grandes empreendimentos e projetos ) e equipamentos industriais.

Usa-se muito a expressão tinta de litro. Tinta de litro, diga-se, é para máquina industrial, que consome galões de tinta, trabalham ininterruptamente e com grandes volumes de mídia ( papel ) que não devem parar, nem no período noturno.

A própria máquina já tem o descarte e auto limpeza dos detritos e pedaços de papel.

Paradas são programadas e os técnicos retiram a tinta da máquina para a manutenção.

Os PLOTTER  modelos de entrada ou médios para empresa, podem funcionar hoje e amanhã imprimindo muito em entrega de projetos, reuniões e picos de impressão, depois podem ficar uma semana parados, meses ou mais. Quem garante que a tinta foi preparada para isto…inatividade, adensamento e outras propriedades físicas ?

Neste momento acontecem vazamentos, queima de cabeças de impressão, corrosão e como consequência, defeitos internos no equipamento. 

Ninguém, ao lhe oferecer uma tinta vai perguntar qual a sua produção ou, quando você tem picos de impressão e a conta aumenta, se pensa nisto, o foco é apenas no custo em dinheiro, não no benefício de imprimir em casa ou na empresa, desligar a máquina, ligar daqui há um semana e imprimir com a mesma rapidez e qualidade !

É uma briga de custo. Hoje você compra a tinta a $100 o litro, amanhã lhe oferecem por $95 e assim vai … até começarem as paradas constantes, pingos no meio da impressão, troca da estação de serviço, pagamentos aos técnicos, paradas desavisadas, impressão fora para  cobrir a urgência.

Para as máquinas de produção adicione tudo mais a máquina parada, imagine a produção perdida em cada parada. Falta de controle de qualidade e insegurança. Você desliga a máquina na sua copiadora na sexta e na segunda chega e tem uma goteira de tinta debaixo do PLOTTER ! 

Para compensar e tentar minimizar, compra-se cartucho original de reserva, cabeças de impressão de reserva  e ainda se escreve o número celular do técnico no papel pregado no PLOTTER ! Imagina o custo financeiro  ?

O seu negócio deixa de ser seu e passa a ser da tinta, o foco é na tinta e suas consequências ! Imagina, você já viu este capítulo da novela ?

O vendedor de tinta tem sempre a mesma resposta : “…minha tinta é a melhor e dá certo com todos, o defeito é no seu PLOTTER..”

Já para PLOTTERs industriais, não há o testa e acerta, não há amadores, quando se chega a um nível industrial é porque o foco já foi estabelecido.

Plotter Latex 3º Geração em Promoção de Setembro !!

Antes de terminar o primeiro turno das Eleições …..
 
Vai perder a PROMOÇÃO ?  Corra que o estoque de PLOTTERs é limitado !!
 
 
 
Precisa conhecer a nova série Latex 3º Geração de PLOTTERs ?
Venha até o nosso show-room ! Agende e perceba a solução de custo/despesa em impressão digital em grandes formatos !
Aqui você vê tudo, testa, confere e se precisar anotar …!
 
 
 
 
Tá tudo pronto !!!  Só falta você !!