Desenho Técnico – Espessuras de Linhas na Impressão

De onde vem as espessuras de linhas, tamanho de letras e contornos normatizados nos desenhos técnicos e também impressos em papel para PLOTTER?
Para você que acha o processo de impressão em PLOTTER e criação lento ou demorado, veja como era até a década passada e em algumas empresas e departamentos ainda que usam o mesmo processo para a manutenção do acervo em mapotecas !
 

Para cada tamanho de letra normatizada pela ABNT e normas internacionais uma régua de normografia e cada letra era desenhada pelo normógrafo que depois de inserida a caneta com tinta nanquim de espessura pertinente em uma das pontas de aperto a outra ponta com ponta seca passava no sulco da letra ( foto abaixo ). Letra a letra, uma a uma.
Perceba que na parte da frente das réguas dispunham-se letras maiúsculas e minúsculas e na parte de trás os números e símbolos.
    

  

As canetas também exigiam uso ou manutenção constante para que a tinta nanquim não secasse principalmente nas menores espessuras. Veja abaixo o estojo das canetas para desenho técnico com tinta nanquim.
Também em detalhe observando as espessuras de traço muito comuns no desenho em computador e consequente configuração para impressão das espessuras de linhas.
   

As expressões muito comuns de ” imprima com a zero um (01) ou com a espessura zero três (03) ” vem das canetas nanquim e suas espessuras.
Da mesma forma as cores de linhas e layers nos arquivos de desenho (CAD) associadas a espessuras de impressão.

Além das réguas eram usados esquadros, transferidores, compassos, coordenatógrafos, gabaritos de modelos dentro outros artigos para desenho técnico.

Compre seu PLOTTER com quem SABE DO QUE ESTÁ FALANDO !!!

Ligue agora 11 3301 5484 ou 31 3291 9600 ou preencha o formulário de contato e faça uma avaliação do seu PLOTTER na troca por um novo com parcelamento em até 18 vezes sem juros com parcelas fixas e iguais da primeira à última !