Plotter – Nicho de Mercado – Quanto Tempo Dura?

A grande maioria tem cabelos e precisa de cuidados em algum momento. Mas como escrevemos aqui em 2013 e aqui em 2016, para o nosso ramo em impressão digital e configuração de ambientes : Plotter – Nicho de Mercado – Quanto Tempo Dura ?

Mas do que estamos falando ? Plotter – Nicho de Mercado – Quanto Tempo Dura ?

Como escrevemos quando da moda de se abrir uma padaria, locadoras de filmes,  lan house,  churrasquinho,  espetinho,  barraca de consertar celular, barraca de vender óculos,  barracas de balas em frente a faculdade,  totens de venda  de  frutas  já  cortadas,  balas com mensagens em tiras no semáforo e agora  a  moda  de  estilizar  Barber  Shop !

Imprima em tudo ! Tecidos, Couros, Pisos !

Todos querem criar um identidade visual. Uma diferenciação. Uma imagem que retorne ao cliente na necessidade de cortes de cabelo o seu  salão e agendamento. A partir do momento que o cliente chega ao salão, para quem sabe cortar o cabelo, as chances de venda são várias, preços diferenciados pois trata-se também de uma outra identidade visual e pessoal que o cliente deseja, e preço de acordo com este ‘conjunto’  de ‘experiências’  que o salão promove !

Quanto mais estilo, mais caro se cobra ?

Quem sabe ! Fazer o cliente se sentir bem no ambiente é quase tudo…ele voltará ! Conquistar clientes novos todo dia ? Será ?

É neste momento que entra a impressão digital em plotter ! Somente a carinha com barba, cabelo e bigode não endereça mais ao cliente uma diferenciação,  um atendimento diferenciado,   uma característica única !

Adesivos com recorte de contorno, papel de parede, tecidos impressos, sofás e mobiliário, faixas pisos, tabelas de serviços e preço, sinalização de fuga, placa externa, tapetes, cortinas e persianas,  até o couro das cadeiras de corte, cardápios, pastas, catálogos personalizados com cortes, coolers e geladeirasmanequins, cabines de trocas, divisórias internas em boxes …  enfim, estilos e personalizações !

A moda e foco agora são os Barber Shop ! Nicho do nicho ! Todos sempre cuidaram do cabelo, sim, mas agora tem que ter estilo !

Especializar é saber cada vez mais, de cada vez menos ! Somente os bons sobrevivem à selva !

Entre em Contato com a Loja do Plotter (31) 3291-9600

Ano NOVO – Uma NOVA Impressão – 2019

Ano 2019.

Novo Governo.

Nova forma de direcionar  o país,  sua economia,  negócios,  compras, vendas e como consequência as pessoas, a população.

Aceitemos o desafio !

Vamos nos adaptar e vencer !

Os governos passam, as pessoas ficam,  as empresas  e  negócios se reinventam !

De novo como aqui , nós brasileiros estamos perto do ‘metabolismo empresarial’ dos Neoterics !

Em um conto, o cientista James Kidder cria em segredo uma nova forma de vida chamada Neoterics.

Os Neoterics são pequenos seres que tem o metabolismo e cérebro mais rápidos que pessoas e a cada oito dias surge uma nova geração. O cientista vivencia uma nova civilização dos Neoterics a cada ano. A cada obstáculo e situação de estresse colocados pelo cientista, os Neoterics criam maneiras de contorná-los, transformando-os em invenções comercialmente bem sucedidas no mundo real. Ele chega a colocar grupos de Neoterics em competição uns com os outros para estimular sua capacidade de invenção. Os Neoterics superam o ritmo de qualquer laboratório humano de pesquisas, pois eles tentam, fracassam, tentam, fracassam, e adaptam-se com muito mais rapidez do que seres humanos, normais e lentos.

Como acontece em todas as histórias de cientistas malucos, a criação escapa do controle do criador.

Essa é uma metáfora adequada para o estado atual de nosso país e para o empresário e empreendedor  da era do conhecimento.

Ano NOVO – Uma NOVA Impressão – 2019 -Desejamos a todos um ano de 2019 cheio de vitórias  !!

Mude a impressão !  Imprima muito !!  Viva muito !!!   Planeje e conquiste !!!!

O ótimo pode ser inimigo do bom !

Corante ou pigmento, grande ou pequeno, indústria ou comércio, serviços, empreendedor ou colaborador , todos são importantes !!

Texto acima adaptado de Theodore Sturgeon, por Li e Bernoff ( fonte abaixo ).
LI, CHARLENE; BERNOFF, J.  Fenômenos sociais nos negócios: vença em um mundo transformado pelas redes sociais. Tradução de Sabine Alexandra Holler. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

A Reforma – Atualização à nossa Realidade

A Reforma Atualização à nossa Realidade. Neste dia do TRABALHO, parafraseando Pedro Arroja de Portugal que escreveu AQUI a mensagem que cabe exatamente em nossa realidade, basta trocar o nome do país e atores !
Precisamos da mudança, precisamos da reforma !
   +++++++++++++++                                                             ++++++++++++++++++
Tudo começou há uns dias com a notícia do JN sobre a situação das crianças internadas na ala pediátrica do HSJ, conhecida pelo nome de Joãozinho.
Desde então,  todos os dias há notícias sobre o Hospital de S. João. E o ritmo parece não abrandar.
Esta manhã, havia sarna no HSJ (cf. aqui). Previ que à tarde deveria haver mais notícias. E não me enganei. Houve (cf. aqui). Há até administradores públicos a trabalhar ao Sábado à tarde durante um fim-de-semana prolongado (cf. aqui).
É um exagero? Claro que é,  mas também uma característica  muito peculiar da cultura católica dos portugueses.
A reforma – a capacidade para, ao longo do tempo, ir ajustando as instituições à realidade que vai mudando – é uma característica das culturas protestantes. De facto, o movimento protestante original ficou conhecido para a história como  “A Reforma”. Portugal, pelo contrário, alinhou no movimento oposto, “A Contra-reforma”.
Reformar não é com os portugueses. Passam-se anos, décadas, às vezes séculos, e nada acontece, as instituições vão-se degradando, cada vez mais desajustadas da realidade e do mundo em que vivem, e nada muda.
Escrevem-se artigos nos jornais, protesta-se na televisão, organizam-se conferências, escrevem-se livros, a obsolescência serve continuamente de conversa ao jantar entre a família e os amigos. Mas nada acontece. Em Portugal as coisas não mudam, nem nada se reforma, por argumento intelectual.
É preciso um acontecimento. De preferência dramático, E tem de estar centrado em pessoas. É então que até as mesas se viram. E as reformas que não se fizeram ao longo de anos, décadas, às vezes séculos, fazem-se então todas de uma vez, de forma brusca e radical que até parece uma revolução.
A meio da semana, perante o ritmo das notícias sobre o HSJ, e que desde então só se intensificou, comentei para uma pessoa das minhas relações que podíamos estar a assistir ao início de uma revolução que tinha o Joãozinho como origem, uma revolução como já não havia em Portugal há precisamente 44 anos.
E que revolução era essa?
Era uma revolução sem tanques, sem espingardas, sem cravos e sem sangue. Era uma revolução pacífica.
Era a revolução democrática do Estado português, aquela que não foi feita em Abril de 1974 e que ficou por fazer desde então. É aquela revolução em que os políticos e os administradores públicos deixam de ser uma casta que manda, controla, maltrata e se aproveita dos cidadãos, para passarem a ser servidores do público (“public servants”), pessoas que estão ao serviço dos cidadãos.
O Estado democrático – aquele que está ao serviço dos cidadãos, em lugar de se servir dos cidadãos – pode finalmente estar prestes a chegar a Portugal, 44 anos depois de ter chegado a democracia.
Creio que há uma pessoa em Portugal, que tem muita argúcia política, e que já se apercebeu disso – o Presidente da República. Tanto mais que não vai ser um período fácil para ele.

 

Para você que está com barbante amarrando seu plotter e espera a solução externa para investir ou se reinventar, pense, o que fazer para se preparar antes do outro, do concorrente, quem sabe, do cliente que chegará com uma necessidade que não conseguirá sequer compreender e como fazer ?

Produtos Impressos em Plotter – E-commerce – Segurança

Produtos Impressos em Plotter – E-commerce – Segurança. Muitos querem vender muito. Principalmente pela internet que já deixou de ser moda e virou obrigação.
Obrigação de se ter um site institucional da empresa, sua história, serviços e abrangência ! 
Imprimir repetidas vezes sem contato com o cliente, sem proposta e sem falar ao telefone !
Daí o gerente de vendas ‘compra’ uma loja virtual ‘basicona’ que se inserem os produtos, fotos e logotipos !
….vem  os primeiros questionamentos no recebimentos das vendas feitas pela internet com cancelamentos de créditos mesmo com produtos entregues e sem reclamações….como isto acontece ! ?
Veja o vídeo da matéria do programa  Mundo SA do canal Globo News onde se mostram empresas especializadas em segurança na venda pela internet, sites de e-commerce e análise de perfis de cartões de crédito para validação ou não de uma venda. 
   
 

Plotagem – Como Atrair Mais Clientes ?

Preço de Plotagem – Preço Por Metro Quadrado – Qual é melhor ?


Agregando a instalação ou entrega consigo aumentar a margem de lucro ?


Quer aumentar a demanda? Usar o seu  PLOTTER mais horas ? Produzir mais?

Tem recebido cotações na época de eleições para preço por metro quadrado impresso ?
     
Como atraí-los 

    
  • Preço mais baixo ;
  • Condições de pagamento mais facilitadas ;
  • Entrega programada ;
  • Qualidade superior ;
  • Serviços adicionais ( Ex.: entrega e instalação ) ;
    
Fundamentalmente terá que baixar o preço final ou total.

Em qualquer das opções acima entregar mais pelo mesmo valor a cobrar. Entregar mais pelo mesmo valor pode significar : instalação, envios fora de hora, frete, hora extra do adesivador, hora extra do impressor, buscar produtos fora e de urgência.
    
Trabalhar com clientes adicionais significa que a sua infra-estrutura terá que crescer :
  
  • Gastar mais para atrair clientes – custo de marketing maior ;
  • Ciclo de vendas será maior – investir mais em estoques ;
  • Ciclo de recebimento maior – possíveis compradores não valorizam o que sua empresa oferece e negociam até a última possibilidade ;
  • Despesa financeira maior – financiamento de estoque ;
  • Maior custo de atendimento – decepções e reclamações ;
  • Perda financeira com devoluções – compra errada ;
  • Custo de cobrança – maus pagadores ;
    
Em uma linguagem técnica, atrair um cliente de segundo nível é caro ! 
    

PLOTTER – Custo de Oportunidade ou Erro de Disponibilidade

Você acabou de comprar algo, investiu grande parte do seu dinheiro e após o pagamento vem aquela sensação de vitória. Comprei !!!


No outro dia aparece outra oportunidade melhor ainda !

Algumas vezes realizamos investimentos ou compras de alto valor para o porte da empresa com a visão de um excelente negócio e que ninguém faria melhor.

Logo após o investimento acima, sua empresa tem a oportunidade de um grande trabalho.
    
Já foi feito uma vez em outra época para o mesmo cliente, muda pouca coisa, o serviço fica fácil e a margem de lucro é alta.

E agora ? Como comprar mídias, tintas e acabamentos, manutenção no PLOTTER ? Já gastei o recurso em outra coisa e o limite de crédito com fornecedores está comprometido ! Não esperava por este novo trabalho !!

Erro de disponibilidade ou custo de disponibilidade é o nome que se dá a esta situação. 

Em qual situação o recurso da empresa foi melhor investido ou seria ?
    
Para você que pediu demissão para montar, organizar ou entrar em sociedades, aproveite o recurso de seu FGTS inativo e diminua o erro de disponibilidade de sua empresa: faça estoques e esteja pronto para imprimir em seu PLOTTER !!

Fonte da Imagem : web site www.caixa.gov.br

PLOTTER – Aparências !

                                                     
É sempre bom diminuir custos e despesas na empresa. Mas há males que causam ainda mais males como a tinta de má qualidade escorrendo pelo PLOTTER. Imagina se o cliente chega em casa ou na empresa e vai mostrar a impressão e está manchada, com pingos ou falhada ?

Ao optar, a responsabilidade e risco é seu mas, o cliente, este é quem pode levar o dinheiro dele para gastar em outro ponto de venda do mesmo produto e serviços. Isso, ele escolhe indefinidamente !!

                                                   

                                        
Esteja atento !!

PLOTTER – Quem Sobreviveu O Que Está Fazendo ?

Reportagem de capa da revista EXAME mostra como os executivos que sobreviveram em seus empregos trabalhando nas empresas que também sobreviveram, tem a sua rotina de trabalho aumentada, a quantidade de funções em alguns casos dobrada, mas se sentem úteis e prontos para a nova economia de reestruturação que o Brasil precisará passar para continuar permitindo a existência das empresas e empregos.
 
Você aí na sua empresa de impressão que pensa que desempenha muitas funções colocando até mídia no seu PLOTTER e depois refilando, dobrando cópias e até mesmo entregando, vale a pena ler a reportagem !!

PLOTTER – Risco Percebido

Porque a crise não afeta alguns profissionais e empresas ?

Alguns estão ativos na área porque tem um parente, amigo ou conhecido no negócio. Outros porque “tinham” dinheiro no início.

Outros porque são da área.

É a diferença básica : ser ou estar. Eu estou trabalhando na área de impressão porque dá dinheiro !! 

Imagine quando para de “dar dinheiro”  ! Mostrará serviço e competência para continuar ?
    
Então, essa é a diferença para quem é do negócio, acredita, se qualifica, investe em equipamentos, atendimento e relacionamento.

Além do ponto de venda, como sua empresa faz para diminuir o risco percebido do cliente ? 
Como você demonstra que é do negócio e não um oportunista ? Veja a van de lanches :
    
O proprietário da van colocou uma placa mostrando que está no negócio há quase vinte anos !!
Colocou também informações sobre seus produtos !!
E você com seu PLOTTER e empresa ? Qual a “primeira impressão” do cliente quando chega na sua empresa ?